Banda mais antiga busca reconhecimento estadual

Pedido feito pela corporação musical, fundada em 3 de maio de 1860, já tramita na autarquia e não há prazo para ser finalizado.
Divulgação/SMUA

A Sociedade Musical União dos Artistas (SMUA) busca, em Florianópolis, a obtenção de um reconhecimento estadual como patrimônio imaterial catarinense.

Para tratar do assunto, uma comitiva da banda, formada pelo presidente Giovani Sebastião Cardoso, vice-presidente João Carlos Nunes da Silva e da diretora de comunicação Edyara Silveira, esteve, na segunda-feira, 13, na sede da  Fundação Catarinense de Cultura (FCC), em Florianópolis, para debater o tema com o representante da Diretoria de Patrimônio, Rafael Nogueira.

O reconhecimento se trata de um instrumento legal de preservação, reconhecimento e valorização, composto por bens que contribuíram para a formação da sociedade brasileira.

Em Santa Catarina, isso é regido pelo decreto estadual nº 2.504, de 2004. O pedido feito pela corporação musical, fundada em 3 de maio de 1860, já tramita na autarquia e não há prazo para ser finalizado.

Notícias relacionadas