Previous
Next

Quase 200 animais são castrados em três dias de mutirão

Um mutirão do gênero é inédito em Laguna e é tido como um dos primeiros da região lagunar. Organizado pela Secretaria de Pesca e Agricultura (Sepagri), a ação foi fomentada após convênio com o Ministério do Meio Ambiente, no valor de R$ 250 mil, fruto de emendas parlamentares. 
Foto: Dener Nascimento/Arquivo Pessoal
Previous
Next

Os três primeiros dias de castração em Laguna resultaram no atendimento de 180 animais, entre cães e gatos. Nesses primeiros dias a ação foi concentrada no Portinho e no Progresso e continuará ao longo de março com meta de chegar a aproximadamente 1.450 castrados em mais bairros.

Um mutirão do gênero é inédito em Laguna e é tido como um dos primeiros da região lagunar. Organizado pela Secretaria de Pesca e Agricultura (Sepagri), a ação foi fomentada após convênio com o Ministério do Meio Ambiente, no valor de R$ 250 mil, fruto de emendas parlamentares.

“Ficou provado e comprovado que a política pública de castração ela realmente a um anseio, uma necessidade do povo lagunense. Nós conseguimos ver que a população realmente precisa e com essa ação se torna muito mais eficaz, quando levamos aos bairros. Atendemos pessoas que talvez nunca teriam condições de estar realizando a castração do seu animalzinho”, celebra o secretário Dener Vieira. A ação foi visitada por entidades não governamentais da região que foram ao local para entender metodologia e formato, na intenção de replicar a atividade em suas localidades.

Antes de cada procedimento, todos os animais são submetidos a triagem anterior para analisar a condições da cirurgia. Além disso, recebem gratuitamente medicação em kit com remédios e pomada, mais colar de proteção após a castração.

Quem não for contemplado nessa etapa, participará da próxima. A prefeitura calcula que serão disponibilizadas mais 825 castrações via clínicas. Uma licitação foi aberta com esse objetivo recentemente.

Confira os dias

  • 4/mar – Cabeçuda (pátio da igreja matriz), para Cabeçuda, Mato Alto e Jardim Juliana
  • 5/mar – Barbacena (pátio da igreja católica)
  • 9/mar – Parobé (praça), para toda o distrito
  • 10/mar – Passagem da Barra (pátio da igreja católica), para Campos Verdes, Passagem da Barra, Ponta da Barra e Tereza
  • 11/mar – Cigana (pátio da igreja católica), para Cigana, Canto da Lagoa, Farol, Santa Marta Pequena e Galheta
  • 12/mar – Magalhães (pátio da igreja católica), para Magalhães, Mar Grosso, Navegantes, Ponta das Pedras e Vila Vitória
  • 15/mar – Caputera (pátio da igreja), para Perrixil, Caputera, Estreito e Praia do Sol
  • 16/mar – Barranceira (sede do Santa Maria) – para Bentos e Barranceira.

Cuidados e orientações

  • Jejum pré-operatório obrigatório, caso contrário não poderá ser feito o procedimento;
  • Alimentar o cão às 6h do dia do mutirão e o gato às 9h;
  • Gatos devem ser trazidos em caixas de transporte ou de papelão; cães em coleiras ou guias, e com focinheira, caso necessário;
  • Trazer um cobertor e um pouco de jornal;
  • O animal deverá usar o cone no pescoço ou malha após a cirurgia.

Previous
Next
Previous
Next