Moradores cobram conclusão da LG-50 e prefeitura tenta acionar empresa

Ainda faltam alguns pontos a serem feitos antes de, oficialmente, ser entregue ao tráfego. Entre eles, a implantação da devida sinalização e a colocação dos guardrails, barreiras de proteção para evitar acidentes, que podem provocar a queda de veículos no canal.
Foto: Elvis Palma/Agora Laguna

Moradores da região da ilha cobram celeridade na conclusão da pavimentação asfáltica da rodovia municipal LG-50, localizada na Ponta da Barra. A via está em obras desde o ano passado e vinha em um bom ritmo até diminuir a velocidade de trabalhos.

Ainda faltam alguns pontos a serem feitos antes de, oficialmente, ser entregue ao tráfego. Entre eles, a implantação da devida sinalização e a colocação dos guardrails, barreiras de proteção para evitar acidentes, que podem provocar a queda de veículos no canal. Na manhã desta segunda-feira, 4, pessoas que vivem na localidade começaram a compartilhar fotos de um buraco no asfalto.

“Venho notado que nada é feito para dar segurança a esta rua. Não houve ampliação dos molhes como era previsto, não tem guardrail, sinalização viária, acostamento, tampas nas bocas de lobo e agora, para piorar a situação, o asfalto cedeu. Para nós, moradores que por tanto tempo esperamos por esse desenvolvimento, é um descaso o que está acontecendo”, lamenta Lidiane Peixoto, residente da Passagem, comunidade vizinha.

A situação é de conhecimento da prefeitura de Laguna. Em entrevista à Rádio Difusora, o prefeito Samir Ahmad (Republicanos), disse que o município tenta acionar a empresa para que ela volte aos trabalhos.

“Ela já foi acionada mais de uma vez e hoje estaremos entrando em contato através do jurídico, porque pelo caminho administrativo não tivemos sucesso. A nossa fiscal já fez despachos e comunicações para a empresa e, realmente, não retornou para concluir a obra. Isso é preocupante. Temos consciência, só que somos obrigados a seguir um rito e estamos seguindo”, informou o chefe do Executivo.

Outro lado

A obra é executada pela Setep, de Criciúma, que foi procurada pelo Portal Agora Laguna para comentar a notícia, mas optou por não emitir nenhum posicionamento.

A via recebe pavimento em duas etapas. Os primeiros 300 metros são pavimentados com recursos já garantidos no valor de aproximadamente R$ 362 mil. O restante tem investimentos de aproximadamente R$ 512 mil, recursos do Finisa, através da Caixa Econômica Federal.

Notícias relacionadas