Mudou e precisa transferir o título? Faça tudo sem sair de casa

Solicitação é feita pela internet, no Portal do TSE, de forma gratuita e rápida. Para saber como fazer, confira o passo a passo.

Se você mudou de cidade, estado ou país, deve solicitar a transferência de endereço até o dia 4 de maio para votar nas Eleições Gerais de 2022, que acontecem no dia 2 de outubro. Esse prazo final também vale para quem mudou de bairro e quer atualizar o endereço.

A boa notícia é que a solicitação de transferência de domicílio eleitoral é simples, rápida, gratuita e pode ser feita sem sair de casa, pela internet, no Portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Critérios

Para solicitar a transferência, é necessário que o eleitor resida há pelo menos três meses no novo local e não tenha transferido ou tirado a primeira via do documento nos 12 meses anteriores. Esse critério não se aplica ao servidor público civil, militar e autárquico (ou membros da família), que, por motivo de remoção ou transferência, tenha mudado de domicílio.

Onde

A alteração do domicílio eleitoral, entre outros processos, pode ser feita por meio do Autoatendimento do Eleitor, uma nova seção do Portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que reúne, entre outros, todos os serviços do Título Net. Esse novo menu especial está localizado na página inicial do site, à direita da foto principal, numa tarja laranja.

Etapas

Confira abaixo o passo a passo para transferir o título se você mudou de cidade ou estado.

Se o caso for de transferência de título para o exterior, acompanhe a próxima matéria desta série, que explicará aos eleitores como ficarem aptos a votar, ou veja neste link outras informações.

1- Antes de começar a transferência de domicílio eleitoral, verifique se o título está regular. Para isso, basta clicar no terceiro item da lista do menu do Autoatendimento do Eleitor: “Consultar Situação do Título Eleitoral”.

2- Caso sua situação esteja regular, siga para o passo 3. Mas, caso precise normalizá-la, entre no item “Regularizar título eleitoral cancelado ou suspenso”, oitavo item da lista.

Na próxima tela, aparecerão todas as explicações necessárias para quem precisa quitar algum débito com a Justiça Eleitoral.

Aí é só ficar de olho no site para acompanhar a solicitação, clicando na nona posição do menu do Autoatendimento do Eleitor.

3- Dentro de “Autoatendimento do Eleitor”, você terá acesso a todos os serviços que a nova página oferece. Para fazer a alteração do endereço, clique no menu “Atendimento ao Eleitor”, primeiro item à esquerda.

4- Aparecerá na tela uma listagem de serviços e basta você escolher “Atualizar endereço” (sexta opção da lista).

Dica: antes de começar o processo, tenha alguns documentos e o celular por perto. Você vai precisar de comprovante de residência atualizado, documento de identificação oficial com foto e certificado militar. Essa exigência vale apenas para homens que têm de 18 a 45 anos.

Com o celular, tire uma foto do comprovante de residência e do documento de identificação (frente e verso). Você vai precisar também fazer uma selfie segurando o documento de identificação ao lado do rosto.

5- No final da próxima tela, vá ao menu “Iniciar seu atendimento a distância”, que fica na parte “Faça seu requerimento” (no centro da página).

6- Depois, é só selecionar o estado, conferir a lista de documentos necessários (que já foram citados aqui no começo desta matéria) e clicar em “Próximo”.

Atenção: na tela de identificação, para pedir a transferência do título, você deve selecionar uma das opções “Tenho” e ver qual delas se encaixa melhor no seu caso. Depois, clique em “Próximo”.

7- Continue preenchendo os dados solicitados na tela que abre em seguida.

8- A próxima etapa é a de envio da documentação. Isso deve ser feito na parte que está logo abaixo desse formulário anterior. Lembra as fotos dos documentos e a selfie que foram citadas no início desta matéria? É aqui que elas entram: basta selecionar o documento que você vai incluir e clicar na parte “Selecionar arquivo”. Quando você inserir todos os arquivos necessários, finalize o processo, clicando em “Próximo”.

9- Na próxima tela, você vai precisar adicionar informações do local para onde quer transferir o título de eleitor. Preencha os campos CEP, UF, município, bairro, endereço, número, complemento (se houver), número de telefone (de preferência com WhatsApp) e tempo de habitação no domicílio eleitoral. Feito isso, aperte o botão “Próximo”.

10- A próxima janela é a de escolha do local de votação. O Título Net vai sugerir lugares próximos ao endereço de residência. Selecione o preferido e clique em “Próximo”.

11- Verifique se as informações pessoais estão corretas. Caso estejam, aperte o botão “Confirmar”.

Anote o número do protocolo para conferir o resultado do pedido de transferência de título eleitoral junto ao TSE. Clique em “Finalizar” para terminar o processo.

Concluída a solicitação, é só ficar de olho e acompanhar o requerimento no Portal do TSE. Quando o processo for encerrado, não fique esperando o documento em casa. Afinal, agora é tudo digital.

Baixe o aplicativo e-Título (faça o download nas lojas Google Play ou App Store) no celular e tenha todos os dados na palma da mão, ou consulte o novo local de votação no Portal do TSE, no menu superior “Eleitor e Eleições”, na parte “Eleitor”, em “Local de votação/Zonas Eleitorais”.

Ainda tem dificuldade? Assista ao vídeo e tire suas dúvidas.

Notícias relacionadas