Idosos com mais de 80 poderão tomar nova dose da vacina contra Covid-19

A nota técnica diz que a aplicação deve ser feita quatro meses após a primeira dose de reforço e a orientação é que o imunizante seja preferencialmente da Pfizer, mas as vacinas da Janssen e AstraZeneca também poderão ser usadas.
Foto: Elvis Palma/Agora Laguna

Os idosos com mais de 80 anos poderão tomar uma nova dose de reforço contra o novo coronavírus, conforme nova recomendação do Ministério da Saúde (MS).

A nota técnica diz que a aplicação deve ser feita quatro meses após a primeira dose de reforço e a orientação é que o imunizante seja preferencialmente da Pfizer, mas as vacinas da Janssen e AstraZeneca também poderão ser usadas.

Antes, o MS já fazia orientações no sentido de aplicar uma segunda dose de reforço apenas para as pessoas maiores de 18 anos imunossuprimidas. Com a nova informação, a pasta amplia o público-alvo para este novo esquema vacinal. “O MS reforça que há vacinas da Pfizer suficientes para aplicação neste grupo. Vários estados informam que também têm esses imunizantes em estoque”, disse o ministério.

Em Santa Catarina, o Estado já autorizou as cidades a iniciarem as aplicações, mas as estratégias e datas dependem de cada cidade e conforme a realidade local.

Notícias relacionadas