PMP registra óbito de albatroz-de-sobrancelha

Albatroz é uma ave oceânica de grande porte e tem esse nome por possuir um delineado preto natural no setor das sobrancelha. Seu nome científico (Thalassarche) é de origem grega, e significa ‘governador do mar’.
Divulgação/PMP-BS

Um albatroz-de-sobrancelha (Thalassarche melanophris) foi encontrado muito debilitado e resgatado, ainda com vida, pela equipe do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS) no último domingo, 30.

O animal foi submetido ao tratamento veterinário, com prioridade para higienização e tratamento do corte na região peitoral, que apresentava exposição da musculatura, além de receber hidratação e alimentação.

Porém, a ave, que não conseguia alcançar voo, veio a óbito cerca de dois dias depois, conforme o PMP. O albatroz é uma ave oceânica de grande porte e tem esse nome por possuir um delineado preto natural no setor das sobrancelha. Seu nome científico (Thalassarche) é de origem grega, e significa ‘governador do mar’.

Sobre o PMP-BS

O Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS) é uma atividade desenvolvida para o atendimento de condicionante do licenciamento ambiental federal das atividades da Petrobras de produção e escoamento de petróleo e gás natural no polo pré-sal da Bacia de Santos, conduzido pelo Ibama.

Esse projeto tem como objetivo avaliar os possíveis impactos das atividades de produção e escoamento de petróleo sobre as aves, tartarugas e mamíferos marinhos, através do monitoramento das praias e do atendimento veterinário aos animais vivos e necropsia dos animais encontrados mortos.

Caso encontre algum animal marinho vivo ou morto, entre em contato com o projeto pelo telefone 0800 642 3341.

Notícias relacionadas