Mocidade Independente se apresenta hoje, na praça do museu

Espetáculo da agremiação conta com os principais componentes de uma escola de samba, como, por exemplo: bateria, harmonia de voz e cordas e mestre-sala e porta-bandeira, nossa rainha de bateria, madrinha, rainha mirim, musa e passista.
Foto: Elvis Palma/Agora Laguna

Os paralelepípedos da praça República Juliana, no Centro Histórico, vão tremer na noite desta sexta-feira, 18. A Mocidade Independente do Bairro Progresso faz nova apresentação do projeto Eu quero é samba, às 21h.

O espetáculo da agremiação conta com os principais componentes de uma escola de samba, como, por exemplo: bateria, harmonia de voz e cordas e mestre-sala e porta-bandeira, nossa rainha de bateria, madrinha, rainha mirim, musa e passista.

A execução da iniciativa carnavalesca da Mocidade acontece com respeito às medidas sanitárias de prevenção à Covid-19. O projeto foi contemplado Edital Aldir Blanc e é executado com recursos do governo federal e Lei Aldir Blanc de Emergência Cultural, por meio da Fundação Catarinense da Cultura. As apresentações vão até março.