Valores repassados para guarda-vidas civis e bombeiros comunitários amplia em SC

"A missão desse comando é valorizar todas as pessoas que atuam conosco, seja bombeiros militares, comunitários, guarda-vidas civis demais colaboradores que estão com a corporação. É um trabalho que havíamos começado já no ano passado e que agora colhemos os frutos, podendo trazer mais condições aos nossos voluntários", disse o oficial.
Foto: Elvis Palma/Agora Laguna
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 1,528 visualizações,  4 views today

O ressarcimento dos bombeiros comunitários e guarda-vidas civis, que são os valores pagos pelo Corpo de Bombeiros para arcar com alimentação e transporte dessas categorias, foi aumentado. O decreto foi assinado na manhã de sexta-feira, 7, pelo governador Carlos Moisés (sem partido) e pelo comandante-geral dos bombeiros catarinenses, Marcos Aurélio Barcelos.

“A missão desse comando é valorizar todas as pessoas que atuam conosco, seja bombeiros militares, comunitários, guarda-vidas civis demais colaboradores que estão com a corporação. É um trabalho que havíamos começado já no ano passado e que agora colhemos os frutos, podendo trazer mais condições aos nossos voluntários”, disse o oficial.

Com o decreto, os bombeiros comunitários vão receber, a título de ressarcimento: R$ 52 para serviços de 4 a 6 horas; R$ 104 para 8 a 16 horas; e R$ 208 para o plantão 24h. Essa transferência de valores ocorre conforme prévia disponibilidade financeira e orçamentária. A quantidade diária de ressarcimentos correspondentes a 24 horas de serviço não poderá exceder a 12,5% (doze e meio por cento) do efetivo existente no CBM. Segundo a corporação, os bombeiros comunitários também possuem seguro-saúde.

Já os guarda-vidas civis verão suas diárias de ressarcimento subir de R$ 108 para R$ 124,80 nos turnos de 6 a 9 horas e de R$ 180 para R$ 208 nos turnos de 9 a 12 horas de serviço. Eles prestam prestam serviços, principalmente na alta temporada, e são um grande incremento nas atividades de salvamento aquático, uma vez que o estado catarinense costuma receber milhares de turistas.

Notícias relacionadas