Trabalho de busca por jovem desaparecido reiniciará na manhã de segunda-feira

"Sairemos novamente ao amanhecer. As embarcações da região, os postos de guarda-vidas, nossas embarcações de resgate, da Marinha, aeronave da Polícia Militar e o suporte de terra estão empenhados nessa operação. Seguimos esperançosos", afirma o comandante dos bombeiros de Laguna, tenente Henrique Schuelter.
Foto: Elvis Palma/Agora Laguna

O Corpo de Bombeiros Militar (CBM) suspendeu, por volta das 17h, as buscas pelo jovem Michel Barbosa, 25 anos, desaparecido desde o naufrágio de uma lancha na última sexta-feira, 14.

A suspensão mais cedo que o habitual se deu em virtude de um alerta marítimo para a possibilidade de tempestade, o que prejudicaria a continuidade das buscas neste domingo, 16.

A partir do terceiro dia, o CBM amplia as áreas de busca para além da barra. Pela manhã, os trabalhos ocorreram entre o Molhes e o Farol de Santa Marta e à tarde, se concentraram na faixa litorânea até o Gi.

Os trabalhos irão reiniciar na manhã de segunda-feira, 17. “Sairemos novamente ao amanhecer. As embarcações da região, os postos de guarda-vidas, nossas embarcações de resgate, da Marinha, aeronave da Polícia Militar e o suporte de terra estão empenhados nessa operação. Seguimos esperançosos”, afirma o comandante dos bombeiros de Laguna, tenente Henrique Schuelter.

Acidente

O acidente de sexta-feira, 14, ocorreu na entrada do canal de navegação da barra. A lancha era ocupada por sete pessoas, todas de Caçador, e veio à pique por volta das 15h. Quatro foram socorridas com vida. Ricardo Barbosa, 46, vereador, e mais um amigo, Deyvid Fernandes, 29 anos, estavam com alto grau de afogamento e inconscientes. Os socorristas do Corpo de Bombeiros fizeram manobras de reanimação, mas os dois não resistiram.

A Capitania dos Portos em Laguna informou, em nota, que um inquérito administrativo será instaurado para apurar as causas, circunstâncias e responsabilidades do acidente. As apurações devem durar ao menos 90 dias, conforme os padrões da corporação militar. As causas do acidente ainda não foram confirmadas de forma oficial. A Polícia Civil também vai abrir uma investigação.

Notícias relacionadas