Secretarias de Planejamento e Saúde terão mudanças em fevereiro

Gabrielle Siqueira e Marcus Paulino Teixeira deixam a gestão municipal por motivos pessoais. As exonerações devem sair nos próximos dias e os substitutos já tomam posse na terça-feira, 1º. A transição de comando já foi iniciada.
Gabrielle Siqueira e Marcus Paulino. Fotos: Arquivo pessoal/Elvis Palma

Mudanças serão realizadas nas cadeiras titulares das pastas da Saúde e de Planejamento Urbano, a partir de fevereiro. Os gestores Gabrielle Siqueira e Marcus Paulino Teixeira confirmaram que deixarão os comandos dos órgãos municipais. As saídas também foram checadas pelo Portal Agora Laguna junto a fontes próximas à prefeitura.

Ambos deixam a gestão municipal por motivos pessoais. As exonerações devem sair nos próximos dias e os substitutos já tomam posse na terça-feira, 1º. A transição de comando já foi iniciada.

“Foi um período de aprendizado e uma oportunidade de crescimento pessoal”, avalia Teixeira. Ele está no cargo de secretário desde agosto de 2020, quando foi nomeado pelo então prefeito interino Júlio Willemann (PSD) e foi um dos poucos nomes da equipe de governo de Mauro Candemil (MDB, 2017-2020) a continuar na nova administração. “Tentamos promover o crescimento da cidade dentro das possibilidades. Esse afastamento não tem relação com questões internas”, reforça o ex-secretário.

À frente da pasta, Teixeira, que é servidor municipal, atuou no enfrentamento de uma forte chuva no Distrito de Ribeirão Pequeno, em meados de 2021, e desencadeou transformações internas no setor de Planejamento da cidade. Em seu lugar, assume o adjunto Patrick Neves Antônio.

Já Gabrielle Siqueira classifica que a exoneração é um “até breve”, já que voltará a ser funcionária da pasta, onde é efetiva. “Tenho vontade de fazer as coisas e a gestão dá autonomia aos secretários. Pegamos um momento muito difícil da pandemia em que todos estávamos vulneráveis e hoje saio deixando um plano de trabalho aprovado em conferência municipal”, comenta a ex-gestora.

Sob sua gestão, a Saúde enfrentou e enfrenta crescimento de casos de coronavírus e elevação de óbitos por complicações da doença. Além disso, deu início à campanha de vacinação contra a Covid-19. A saída também ocorre em um momento onde servidores se mobilizam para cobrar gratificações e salários. Internamente, a exoneração de Gabrielle é tratada como afastamento. Em seu lugar será nomeada Katie Doris Benedet.

Notícias relacionadas