Pescadores encontram boto sem vida

Análises histopoatológicas vão permitir que seja compreendido o quadro infeccioso para determinação da causa da morte.
Divulgação/PMP-BS
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 2,280 visualizações,  8 views today

Um boto foi encontrado sem vida por pescadores nas proximidades de Ponta das Pedras, na noite da última segunda-feira, 10. O animal foi recolhido pelos populares e levado para a Polícia Militar Ambiental (PMA), que o levou para o Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS).

O PMP informou, nesta quarta-feira, 12, que se trata de um boto-pescador (Tursiops truncatus gephyreus), macho, juvenil com 2,47 metros. O animal pesava 186 quilos.

As análises feitas pela equipe apontaram que o cetáceo estava magro e sem marcas evidentes de interação com humanos. Além disso, apresentava lesões infecciosas em vários órgãos com linfonodos aumentados indicando que o corpo estava reagindo a uma infecção. Já os pulmões tinham diversos parasitas e nódulos com secreção purulenta o que piora a percepção do quadro clínico geral.

Análises histopoatológicas vão permitir que seja compreendido o quadro infeccioso para determinação da causa da morte.

Sobre o PMP-BS

O Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS) é uma atividade desenvolvida para o atendimento de condicionante do licenciamento ambiental federal das atividades da Petrobras de produção e escoamento de petróleo e gás natural no polo pré-sal da Bacia de Santos, conduzido pelo Ibama.

Esse projeto tem como objetivo avaliar os possíveis impactos das atividades de produção e escoamento de petróleo sobre as aves, tartarugas e mamíferos marinhos, através do monitoramento das praias e do atendimento veterinário aos animais vivos e necropsia dos animais encontrados mortos.

Caso encontre algum animal marinho vivo ou morto, entre em contato com o projeto pelo telefone 0800 642 3341.