Morre ex-combatente Jamil Corrêa, aos 95 anos

Dois anos atrás, em agosto de 2019, ele foi agraciado como a Comenda Brito Peixoto, maior honraria municipal, concedida pelo então prefeito Mauro Candemil (MDB, 2017-2020), durante a celebração do Dia da Vitória. Durante a cerimônia, o militar conversou com o Portal Agora Laguna e relembrou: “Nós passamos trabalho, perdemos muita gente e muitos navios, mas estou aqui graças a Deus”.

 4,382 visualizações

Ex-combatente da Marinha, com atuação durante a 2ª Guerra Mundial, Jamil Corrêa da Silva morreu neste sábado, 29, aos 95 anos. A causa da morte não foi informada pela família.

Silva era considerado um dos últimos veteranos daquele período ainda vivos no Sul de Santa Catarina. Dois anos atrás, em agosto de 2019, ele foi agraciado como a Comenda Brito Peixoto, maior honraria municipal, concedida pelo então prefeito Mauro Candemil (MDB, 2017-2020), durante a celebração do Dia da Vitória, que lembra a vitória das forças aliadas no conflito.

Durante a cerimônia, o militar conversou com o Portal Agora Laguna (assista acima) e relembrou: “Nós passamos trabalho, perdemos muita gente e muitos navios, mas estou aqui graças a Deus”. Uma queda durante o bombardeio lhe provocou a perda da audição, segundo contava. No evento daquele ano, o veterano se mostrou muito emocionado.

“O mundo perdeu um grande homem e eu perdi o melhor ser humano que conheci e que tive a felicidade de poder chamá-lo de pai herói. O seu legado é imenso, foram muitos os ensinamentos”, lamentou a filha Lúcia Corrêa. A família deve informar ao longo do dia o horário de velório e sepultamento.

Notícias relacionadas