Ministro diz que vacinação em crianças pode iniciar a partir da 2ª quinzena deste mês

Em Santa Catarina, diferente do recomendado pelo ministério, a aplicação da vacina vai requerer apenas presença dos pais e responsáveis e apresentação de um documento de identidade. A prescrição médica não será pedida.
Vacina para crianças é um terço da fórmula original e tem tampa amarela. Foto: Paul Hennessy/SOPA Imagens/Sipa USA/ABr
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 1,208 visualizações,  4 views today

Em coletiva de imprensa na manhã desta segunda-feira, 3, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que as vacinas contra coronavírus específicas para aplicação em crianças de 5 a 11 anos de idade começarão a chegar no Brasil na segunda quinzena de janeiro.

“Na segunda quinzena de janeiro, as vacinas [para crianças] começam a chegar e serão distribuídas como nós temos distribuído”, afirmou sem dizer quantidade. A vacina usada será a do laboratório Pfizer, que, em nota, informou que trabalha com o governo brasileiro para definir as etapas de imunização.

Em Santa Catarina, diferente do recomendado pelo ministério, a aplicação da vacina vai requerer apenas presença dos pais e responsáveis e apresentação de um documento de identidade. A prescrição médica não será pedida. No estado, a população na faixa etária dos 5 aos 11 anos está estimada em 642,8 mil.