Jogador ganha mais tempo para conseguir arrecadar recursos e assegurar chance em time profissional

Além das taxas para assegurar sua inscrição, o atleta soma aos seus custos as despesas de se manter em Jaraguá do Sul, cidade considerada a quinta força econômica de Santa Catarina. "É gratificante ver que o sonho de criança está perto de se realizar. Viver aquilo tudo que você sonhou é emocionante".
Divulgação

 2,928 visualizações

O jogador Ademir Keske Neto, 20 anos, ganhou mais uma semana para conseguir arrecadar os recursos necessários para bancar sua primeira oportunidade de virar atleta profissional de futebol. O prazo de Netinho, que ia até sexta-feira, 14, foi ampliado para o dia 21 de janeiro. Até lá, o morador de Cabeçuda corre contra o tempo para arrecadar cerca de R$ 5 mil.

Ele passou em uma seleção do Sport Club Jaraguá, time de Jaraguá do Sul, no Norte catarinense. Netinho garante que quer fazer bonito para se firmar no clube jaraguaense, um dos que formam a terceira divisão do estadual. Antes de chegar lá em cima, ele passou pelo juvenil do Imbituba e no amador de Laguna atuou com as camisas do Baixada (Caputera) e do Avaí (Portinho), time pelo qual disputou, neste ano, a competição pelo sub-23. “A expectativa é grande”, afirmou o jovem, em entrevista recente ao Portal Agora Laguna.

Além das taxas para assegurar sua inscrição, o atleta soma aos seus custos as despesas de se manter em Jaraguá do Sul, cidade considerada a quinta força econômica de Santa Catarina. “É gratificante ver que o sonho de criança está perto de se realizar. Viver aquilo tudo que você sonhou é emocionante”.

“O que estou precisando no momento é de patrocínio”, ressalta, acrescentando que também deseja obter o apoio de um empresário que o auxilie no gerenciamento da carreira, que ele quer começar a construir. Para ajudar o jovem a chegar em Jaraguá do Sul, uma chave Pix foi disponibilizada para centralizar as doações. O código é 48998303625 (telefone), em nome de Maria Luiza Keske (irmã).

Notícias relacionadas