Dois são presos em investigação sobre tentativa de homicídio

Prisões aconteceram na última sexta-feira, 21, mas só foram tornadas públicas nesta segunda-feira, 24.
Divulgação/PC

 5,452 visualizações

Dois homens foram detidos por policiais civis da Divisão de Investigação Criminal (DIC), de Laguna, em uma operação decorrente de investigação aberta no começo do mês para apurar uma tentativa de homicídio contra uma mulher, J.V.R., ocorrida na praia do Sol. As prisões aconteceram na última sexta-feira, 21, mas só foram tornadas públicas nesta segunda-feira, 24.

“O êxito do inquérito policial se deu apenas pelo profissionalismo dos policiais civis da DIC, que não mediram esforços para finalizar esse caso. Ainda, por conta de incansável auxílio dos policiais da Agência de Inteligência, da Polícia Militar de Imbituba, que não mediram esforços nos auxílios prestados a esta unidade, seja em razão do repasse de informações, seja nos monitoramentos realizados na própria casa de um dos investigados”, comenta o delegado da DIC, Bruno Fernandes.

A tentativa de homicídio ocorreu na madrugada do dia 6. A vítima, J.V.R., idade não divulgada, era usuária de drogas e teria furtado uma residência em 31 de dezembro. A casa era próxima de um dos líderes de uma organização criminosa atuante em Imbituba, onde ela costumava abastecer seu vício.

O criminoso, ao saber disso, organizou uma emboscada com a ajuda de um adolescente e atraiu a vítima até o balneário de Laguna, em uma área descampada, com o pretexto de usarem drogas. Ao chegarem no local, J.V.R. foi alvejada com cinco tiros e abandonada. Ela foi salva após ter sido vista, por volta das 4h30, por um morador que acionou o socorro. A vítima está estável e passa bem.

A partir daí, a DIC começou a investigar o caso e montou a operação para apreender a arma e elementos de prova relativos ao crime. Ao chegar na casa dele, os policiais viram que havia um outro indivíduo, sobrinho do investigado, que fazia a função de segurança armada. Ele, ao ver a aproximação policial, fugiu e foi alcançado após não conseguir pular as cercas e muro do local. Abordado, tentou enganar os agentes e disse não ter relação com as investigações, mas acabou recebendo voz de prisão.

Já o líder da organização criminosa foi preso ao aparecer na casa durante as diligências. Ambos foram encaminhados à delegacia e depois para a unidade prisional de Laguna.

Notícias relacionadas