Condições climáticas adiam competição de surfe

Evento, quando ocorrer, vai reunir as associações de Surf de Laguna (ASL), de Surf e Town-in do Farol de Santa Marta (ASTFSM) e de Surf da Praia da Galheta (ASPGalheta).
Divulgação

O Circuito Municipal Interassociações de Surfe de Laguna teve sua realização adiada novamente, agora devido às condições climáticas. O evento ocorreria entre os dias 22 e 23 de janeiro. Originalmente, as disputas ocorreriam em dezembro.

Em nota, a organização disse que “o vento na praia do Cardoso será de ondulação de nordeste devido à posição geográfica da praia, que é voltada para o sul. Se a ondulação entrar surfável, ela entrará no costão sul, mais próximo da para da Cigana, local sem estrutura para receber o campeonato”. E ainda detalhou: “Na praia dos Molhes a ondulação entra de frente, já que a posição geográfica de praia é mais voltada para o norte, porém o vento nordeste (que ficará muito forte no turno da tarde) atua como maral (do mar para a terra), prejudicando muito a formação das ondas (que já vão estar com período baixo) e dificultando que a sonorização chegue até os atletas no outside. Com esta previsão, as associações concluem que não haverão boas ondas nos picos escolhidos para a competição”.

O evento, quando ocorrer, vai reunir as associações de Surf de Laguna (ASL), de Surf e Town-in do Farol de Santa Marta (ASTFSM) e de Surf da Praia da Galheta (ASPGalheta). Já os atletas se dividirão nas categorias: masculinas sub-12, sub-16, open, master (acima de 35 anos) e kahuna (acima de 45). O encerramento terá, além da premiação, apresentação de música ao vivo em sunset.

Conforme a organização, a competição será em etapa única, devido à pandemia do novo coronavírus ter prejudicado a realização de uma ação esportiva mais ampla. O acordo prevê que se o vento for Sul, as etapas ocorrerão nos Molhes. Se for Norte, serão na região do Farol de Santa Marta. A decisão do local e data sai até 48h antes e será divulgada na rede social do evento.

Para competir, o atleta deve estar vacinado contra o novo coronavírus e com comprovação vacinal no ato da inscrição. A equipe de apoio também deve estar imunizada. O protocolo de prevenção à Covid-19 para eventos de surf, feito pela Diretoria de Meio Ambiente da Federação Catarinense de Surf (Fecasurf), será adotado em Laguna.

Notícias relacionadas