Auxílio-gás começa a ser pago

O novo auxílio vai durar cerca de cinco anos. Estimativas do governo federal apontam que irá beneficiar 5,5 milhões de famílias até o fim de 2026 com o pagamento de 50% do preço médio do botijão de 13 quilos a cada dois meses. Atualmente, a parcela equivale a R$ 56.
Divulgação/Agência Brasil

De forma retroativa, o benefício de auxílio-gás começará a ser pago, nesta terça-feira, 18, para as famílias cadastradas no Cadastro Único (CadÚnico), com o NIS finalizado com o dígito um. O calendário segue o padrão do Auxílio Brasil.

O novo auxílio vai durar cerca de cinco anos. Estimativas do governo federal apontam que irá beneficiar 5,5 milhões de famílias até o fim de 2026 com o pagamento de 50% do preço médio do botijão de 13 quilos a cada dois meses. Atualmente, a parcela equivale a R$ 56.

O auxílio tem orçamento de R$ 1,9 bilhão. Do programa, só fazem parte os incluídos no CadÚnico e tenha pelo menos um membro da família que receba o Benefício de Prestação Continuada (BPC). A lei que criou o programa definiu que a mulher responsável pela família terá preferência, assim como mulheres vítimas de violência doméstica.