Ativação de radares continua sem data

Ao todo, são 42 radares ao longo da rodovia federal, sob gestão privada desde agosto de 2020. Segundo a CCR, os equipamentos estão em condição de operação, com processo de aferição regularizado.
Foto ilustrativa: Divulgação/CCR ViaCosteira

Os novos radares da BR-101 Sul continuam sem data para entrar em funcionamento. Os equipamentos já foram implantados pela CCR ViaCosteira e o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) já aprovou. Agora, a espera continua sendo pelo aval da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Agência Nacional dos Transportes Terrestres (ANTT) para que a concessionária os ative.

Ao todo, são 42 radares ao longo da rodovia federal, sob gestão privada desde agosto de 2020. Segundo a CCR, os equipamentos estão em condição de operação, com processo de aferição regularizado.

Em nota divulgada em dezembro, a ANTT disse que a operação inicia após aprovação de testes de imagens por parte da PRF e que a agência atua, apenas, na intermediação entre a corporação de segurança e a concessionária. “Quem define a data em que os radares entram em operação é o órgão de trânsito com jurisdição sobre a via, no caso, o DPRF”, explicou o texto da assessoria.

Notícias relacionadas