‘A gente não tem pistas’, diz mãe de adolescente desaparecida após sair de casa

Quando desapareceu, ela usava calça jeans e uma blusa cor-de-rosa. A jovem tem tem cerca de 1,55 metro de altura, é morena e magra. Letícia saiu de casa sem levar nada.
Reprodução

Quase uma semana depois de seu desaparecimento, a família da adolescente Letícia Nascimento Gonçalves, 15 anos, ainda não tem pistas que podem ajudar na sua localização. Ela mora com os pais em Nova Fazenda há dois anos, desde que vieram do Paraná. A polícia atua no caso.

Segundo a mãe, Alexsandra Nascimento Machado, há indícios de que ela possa ter marcado encontro com alguém ou tentado voltar para Araucária, cidade da região metropolitana de Curitiba, onde residia. As hipóteses não estão confirmadas, mas também não são descartadas.

“No dia, convidei ela para ir no mercado comigo, mas ela não quis ir e não insisti muito. Deixei ela em casa e, por volta de 14h30, ela deve ter esperado eu sair e fugiu de casa. Cheguei e vi que ela não estava. Procuramos por tudo, pela Praia do Sol, Nova Brasília [bairro de Imbituba] e em Laguna, mas nada”, relembra.

Quando desapareceu, no último domingo, 23, ela usava calça jeans e uma blusa cor-de-rosa. A jovem tem tem cerca de 1,55 metro de altura, é morena e magra. Letícia saiu de casa sem levar nada. Amigos e contatos mais próximos já foram ouvidos, mas dizem não ter conhecimento de um possível local para onde ela possa ter ido.

“A gente não tem pistas, nem os detalhes”, pontua a mãe. O telefone de emergência 190 (Polícia Militar) e 181 (Civil) estão aptos a receberem informações que ajudem a localizar a adolescente.

Notícias relacionadas