Werner Schünemann lança primeiro livro da carreira em Laguna

Ator com participações memoráveis em novelas e também na peça Tomada de Laguna começou a produzir o livro há quatro anos com o surgimento da ideia, mas só agora, durante a pandemia, é que conseguiu tirar um tempo para concluir e lançar o texto.
Divulgação
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 3,036 visualizações,  8 views today

Reconhecido por personagens em novelas como Passione (2010), na minissérie A casa das sete mulheres (2003), e, inclusive, por participações na Tomada de Laguna, o ator Werner Schünemann estará em Laguna nesta terça-feira, 28, para o lançamento de sua primeira obra literária. Alice deve estar viva (Almedina, 2021) é um romance ambientado no pampa gaúcho – terra natal do escritor.

“É uma história de busca e perseguição e ao mesmo empo um grande romance que se amadurece e desenvolve ao longo da história”, antecipa o a(u)tor, que projeta a possibilidade de uma adaptação cinematográfica ou televisiva do livro.

A obra traz como protagonista, Luciano, um homem de meia-idade. Divorciado de Alice, longe da filha Laura, ele compartilha a solidão vivendo em um apartamento com um cãozinho de estimação. A história muda com um recado de sua ex, que o tira de sua zona de conforto e volte para uma estância no interior de Bagé, no Rio Grande do Sul. É lá que tudo vai começar. “Tem reviravoltas o tempo todo”, garante.

Schünemann escreve há á mais de 30 anos e há pelo menos quatro trabalhava na história de Alice deve estar viva. Com a pandemia do novo coronavírus, ganhou tempo para, de fato, tirar a ideia da mente e transportá-la para o livro, que agora ganha as livrarias do país. “Gosto de contar histórias. Como ator, conto histórias de outros autores. E agora, na literatura, vou contar as minhas”, pontua.

O lançamento será às 19h30, na livraria Coruja Buraqueira, na praça República Juliana (museu).