Sem tempo hábil este ano, licitação da Ageu Medeiros fica para 2022

Obra está orçada em aproximadamente R$ 85 milhões, com recursos fornecidos pelo governo do Estado. São 24 quilômetros, sendo 11 em Tubarão e 13 em Laguna.
Divulgação
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 1,880 visualizações,  12 views today

A poucos dias do final do ano, a licitação da pavimentação da rodovia Ageu Medeiros terá sua abertura de envelopes somente em 2022. O certame passou por um processo de readequação, em virtude de uma recomendação do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Há pouco mais de uma semana, o órgão fiscal suspendeu a abertura dos envelopes da licitação, sob responsabilidade do Consórcio Intermunicipal Multifinalitário dos Municípios da Amurel (CIM/Amurel), após ter visto possíveis irregularidades. Entre elas, a restrição ao somatório de atestados para comprovação quantitativa para qualificação técnica e a vedação da participação de empresas em regime de consórcio sem apresentar a devida justificativa.

“Tivemos uma reunião com a parte técnica lá no Tribunal de Contas e esclarecemos alguns apontamentos”, explica o prefeito de São Ludgero, Ibaneis Lembeck (MDB), presidente do consórcio. O novo edital foi divulgado pelo consórcio nesta quarta-feira, 29. A abertura dos envelopes está marcada para 4 de fevereiro. A obra está orçada em aproximadamente R$ 85 milhões, com recursos fornecidos pelo governo do Estado. São 24 quilômetros, sendo 11 em Tubarão e 13 em Laguna.

A intenção é criar um acesso alternativo à BR-101, de modo a integrar a região por Laguna (a partir do Farol), Capivari de Baixo e Tubarão. A vencedora do certame vai cumprir as etapas de pavimentação asfáltica da via, além da instalação da drenagem pluvial, de uma ciclovia, da sinalização viária e a construção de uma ponte.


Atualizado às 21h.

Notícias relacionadas