Sem evento público, Réveillon de Laguna se restringe a comemorações particulares

Laguna queria fazer uma queima de fogos na região dos Molhes com artefatos pirotécnicos de ruído mínimo e uma apresentação musical com artistas locais.
Virada de ano em 2018. Foto: Evandro Flora/Colaboração/Agora Laguna

O avanço da variante Ômicron do novo coronavírus, já com transmissão comunitária confirmada em Santa Catarina, fez com que o Estado reforçasse suas medidas de prevenção e anunciasse restrições à realização de alguns tipos de evento. Por isso, a prefeitura de Laguna cancelou os atos públicos que estavam previstos para marcar a chegada do ano de 2022.

Veja também

O cancelamento foi decidido pela dificuldade em adaptar o planejamento ao protocolo conhecido como “Evento Seguro”. Laguna queria fazer uma queima de fogos na região dos Molhes com artefatos pirotécnicos de ruído mínimo e uma apresentação musical com artistas locais que durasse mais de 10 horas.

Sem os eventos públicos, apenas comemorações particulares vão acontecer. Alguns hotéis, casa de shows e bares anunciaram eventos. Esses podem ocorrer dentro do limite de 500 pessoas, com controle de acesso e exigências do “Evento Seguro”,  que inclui uso de máscaras e disponibilização de álcool em gel.

Notícias relacionadas