Pela 6ª semana consecutiva, região da Amurel está em nível moderado

Segundo o mapa, há mais 12 localidades na mesma condição e quatro em risco alto (amarelo). 
Divulgação/SES/Secom-SC
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 932 visualizações,  4 views today

A região da Amurel está pela sexta semana consecutiva classificada em nível moderado (azul), informou o governo estadual em sua nova matriz de risco, divulgada neste sábado, 4. Segundo o mapa, há mais 12 localidades na mesma condição e quatro em risco alto (amarelo).

Segundo o governo, ocorreu melhora nos indicadores das regiões Alto Vale do Itajaí, Nordeste e Oeste, a partir da redução no número de óbitos aliada à redução da taxa de hospitalizações (casos graves), aumento da cobertura vacinal e menor variação do número de casos na semana, resultando na melhora das dimensões gravidade e monitoramento.

Assim, estas regiões, que na semana anterior estavam classificadas como nível alto (amarelo), passaram a ser classificadas como nível moderado (azul), se juntando às regiões do Alto Uruguai Catarinense, Alto Vale do Rio do Peixe, Carbonífera, Extremo Oeste, Laguna, Meio Oeste, Planalto Norte, Serra Catarinense e Vale do Itapocu, que se mantiveram no nível moderado.

Por outro lado, houve uma piora nos indicadores das regiões Médio Vale do Itajaí e Xanxerê a partir da elevação na detecção de casos novos e a persistência de uma cobertura vacinal da população acima de 12 anos abaixo da média estadual, que provocaram uma piora na dimensão monitoramento. Com isso, estas regiões, que na semana anterior estavam classificadas como nível moderado passaram a ser classificadas como nível alto, juntamente com as regiões Extremo Sul e Grande Florianópolis, que permanecem com alta taxa de casos infectantes (ativos) por 100 mil habitantes.