Operação Verão: Casan realiza melhorias para a temporada

Recentemente, a Casan divulgou que vai instalar novas Estações de Tratamento de Água (ETAs) em 20 cidades catarinenses. Laguna está no primeiro grupo de municípios beneficiados com novas unidades de tratamento dentro do planejamento hídrico do governo do Estado para Santa Catarina.
Divulgação/Casan

Com a aproximação da temporada de Verão, a Casan vem realizando uma série de melhorias visando evitar problemas pontuais na rede de esgoto e água, em Laguna.

Na avenida Colombo Machado Salles, por exemplo, está sendo feita a implantação da rede de esgoto e melhorias na rede de abastecimento de água. Segundo a empresa, a obra representa um investimento de cerca de R$ 1,3 milhão na via que faz a ligação do Laguna Internacional ao Centro Histórico.

No Mar Grosso, foram feitas melhorias e ampliações no sistema de esgoto, revitalização e ampliação de todas as elevatórias que atendem o bairro e implantação de novas redes de coleta de esgoto nas ruas Acioly Brito, Fonseca Galvão, Doná Ani, Dib Mussi, Voluntário Pedro Luís, Ouvidor Pardinho e Santa Faustina, em um investimento de R$ 500 mil.

O Sistema de Abastecimento de Água também passou por ampla reforma e revitalização. Os sistemas de Cabeçuda, Praia do Sol, Ponta das Laranjeiras e Itapirubá receberam obras para dar mais segurança e reforçar o abastecimento.

Nova estação de tratamento de água em 2022

Recentemente, a Casan divulgou que vai instalar novas Estações de Tratamento de Água (ETAs) em 20 cidades catarinenses. Laguna está no primeiro grupo de municípios beneficiados com novas unidades de tratamento dentro do planejamento hídrico do governo do Estado para Santa Catarina.

Pré-fabricadas em indústrias, as unidades permitirão um maior controle de qualidade e menor tempo de execução, melhorando o abastecimento de água nos municípios catarinenses com agilidade.

“Laguna será contemplada com uma estação nova para capacidade de 200 litros por segundo”, antecipa o gerente da unidade local, Diego Rodrigues. A construção será realizada na região do Gi.

Feitas em aço inox e automatizadas, as novas ETAs vão acompanhar o crescimento populacional das cidades contempladas pelos próximos 30 anos, garantindo fornecimento constante de água a longo prazo.

Notícias relacionadas