Municípios são orientados a intensificar ações contra febre amarela após circulação confirmada do vírus

Para a febre amarela não existem medicamentos específicos para a cura da doença, apenas que tratam os sintomas. O próprio sistema imunológico do paciente elimina o vírus do organismo. A vacina disponível é um dos meios mais eficazes de combate à doença.
Foto: Rovena Rosa/ABr

Os municípios da Amurel foram orientados a intensificarem medidas de prevenção contra a febre amarela após a circulação do vírus ter sido confirmada na região.

Segundo nota de alerta expedida pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive) de Santa Catarina, além da Amurel, as regiões do Alto Vale do Rio do Peixe, Carbonífera, Extremo-Oeste, Grande Florianópolis, Meio-Oeste, Médio Vale do Itajaí, Serra Catarinense e Planalto Norte tiveram a circulação do vírus confirmada pelo órgão de vigilância.

A confirmação mais recente de circulação ocorreu na região e foi confirmada em novembro, com a morte de um macaco em Pedras Grandes. Atualmente, há registro de um caso de febre amarela em humanos confirmado em Imbituba e houve três suspeitas em São Ludgero e Rio Fortuna.

Entre as medidas orientadas estão a intensificação e ampliação do acesso da população à vacinação; realizar monitoramento da cobertura vacinal e busca ativa de pessoas que ainda não receberam a vacina; e orientar a população, profissionais da saúde e outras áreas (como agricultura, turismo, meio ambiente, grupos e praticantes de atividades em ambiente silvestre, entre outras) sobre a necessidade de notificar de forma imediata a vigilância epidemiológica municipal sobre o adoecimento ou morte de primatas pela via mais rápida.

Saiba mais

A febre amarela é uma doença causada por um vírus, transmitido pela picada de um mosquito fêmea infectado. Em núcleos urbanos, o Aedes aegypti (transmissor da dengue) também pode ser um vetor para espalhar a febre. Laguna teve focos detectados em 2021, mas já exterminados.

Para a febre amarela não existem medicamentos específicos para a cura da doença, apenas que tratam os sintomas. O próprio sistema imunológico do paciente elimina o vírus do organismo. A vacina disponível é um dos meios mais eficazes de combate à doença.

Notícias relacionadas