Imbituba pode ganhar Ciretran própria, desvinculando de Laguna

Além de Imbituba, se cogitam novas unidades para Pinhalzinho, no Oeste; Itapema, no Litoral Norte, Taió, no Alto Vale e no Norte da ilha de Santa Catarina, em Florianópolis, que está prevista para funcionar junto à 7ª Delegacia de Polícia, em Canasvieiras.
Divulgação/PC
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 1,264 visualizações,  4 views today

Imbituba poderá ganhar uma Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) e, com isso, se desvincular de Laguna. A unidade especializada ligada ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran) funciona de forma coligada à Polícia Civil. Reuniões para viabilizá-la já acontecem.

Além de Imbituba, se cogitam novas unidades para Pinhalzinho, no Oeste; Itapema, no Litoral Norte, Taió, no Alto Vale e no Norte da ilha de Santa Catarina, em Florianópolis, que está prevista para funcionar junto à 7ª Delegacia de Polícia, em Canasvieiras.

“As tratativas estão bem adiantadas. É um projeto que iniciamos na metade de 2019 e está em fase final. Pensamos que para início de 2022 devemos estar instalando a Ciretran de Imbituba. Vai trazer basicamente para a microrregião os serviços de confecção e retirada da CNH e a parte ligada aos veículos e isso também favorece Laguna e Pescaria Brava”, comenta o delegado Raphael Giordani, diretor de Polícia do Litoral. “A criação vai abrir um espaço na delegacia e vamos ampliar o atendimento aqui, que o cidadão vai ser atendido com agilidade maior”, conclui o delegado regional de Laguna, Diego Parma.

A implantação da unidade requer apenas alocação de recursos humanos. Obras no imóvel que deve sediar o órgão também estão adiantadas. Se concretizada, a Ciretran também vai atender os municípios de Paulo Lopes, Garopaba e até Imaruí. Atualmente, quem precisa de algum serviço prestado pela unidade precisa vir até Laguna.