Corpo de jovem paranaense desaparecida é encontrado na região de Laguna

A Polícia Civil convocou coletiva de imprensa para esta tarde, onde deve dar detalhes da investigação.
Arquivo pessoal
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 24,062 visualizações,  4 views today

 O corpo da paranaense Amanda Albach, 21 anos, desaparecida desde o último dia 14 de novembro, foi encontrado enterrado na praia de Itapirubá, na manhã desta sexta-feira, 3. O caso era investigado pela Divisão de Investigação Criminal de Laguna. Inicialmente, havia sido divulgado que o corpo havia sido localizado na praia do Sol, mas informação foi revista ao longo da tarde.

Amanda veio de Fazenda Rio Grande, cidade da região metropolitana de Curitiba (PR) e havia sumido após participar de uma festa em Jurerê Internacional, bairro nobre de Florianópolis. O corpo foi encontrado a partir de depoimentos de três suspeitos presos, no Rio Grande do Sul, por policiais de Laguna, no dia anterior.

Depois de sair da festa, a jovem avisou sua família que iria retornar para a cidade paranaense em um carro de aplicativo, o que não chegou a acontecer. Há cerca de três meses, ela trabalhava como promotora de vendas em Santa Catarina e atendia municípios do Norte do estado, mas mesmo assim continuava indo para Fazenda Rio Grande e avisando seus familiares.

Detalhes do caso devem ser dados em entrevista coletiva, convocada pela Polícia Civil convocou coletiva de imprensa para esta tarde, onde deve dar detalhes da investigação. A operação que localizou o corpo foi chamada de Redenção, segundo nota divulgada pela assessoria da corporação.


Atualizado às 17h.

Notícias relacionadas