Com primeiro caso de variante confirmado em SC, orientações para festas de final de ano são feitas por secretaria

As orientações são estimular a vacinação contra o novo coronavírus e a dose de reforço, a importância de dar preferência a locais bem ventilados e sem aglomerações, o distanciamento mínimo de um metro de outras pessoas ou grupo de pessoas, o uso correto da máscara e criar o hábito de ter uma máscara limpa extra, redobrar o cuidado durante viagens, em aeroportos, estações de ônibus, transporte público, postos, etc, higienizar as mãos com frequência e não compartilhar objetos pessoais. A nota ainda recomenda priorização do uso das máscaras N95, PFF2 ou similares.
Foto: André Luiz/Agora Laguna

Santa Catarina confirmou, na terça-feira, 21, o primeiro caso de contaminação pela variante ômicron do novo coronavírus (um paciente, 56 anos, de Jaraguá do Sul) e, diante disso, orientações foram emitidas em nota técnica pela Secretaria de Estado da Saúde para as festas de final de ano.

“Também recomendamos aos gestores municipais que os eventos ocorram com acesso de público vacinado ou com testagem negativa para Covid-19, seguindo o protocolo ‘Evento Seguro’. Precisamos estar alertas para que não ocorra aqui o que acontece na Europa. E, para isso, é importante o apoio de todos”, disse o secretário de Saúde, André Motta Ribeiro. A nota traz dez medidas (leia aqui).

As orientações são estimular a vacinação contra o novo coronavírus e a dose de reforço, a importância de dar preferência a locais bem ventilados e sem aglomerações, o distanciamento mínimo de um metro de outras pessoas ou grupo de pessoas, o uso correto da máscara e criar o hábito de ter uma máscara limpa extra, redobrar o cuidado durante viagens, em aeroportos, estações de ônibus, transporte público, postos, etc, higienizar as mãos com frequência e não compartilhar objetos pessoais. A nota ainda recomenda priorização do uso das máscaras N95, PFF2 ou similares.

Notícias relacionadas