Vereador do PP assume Secretaria de Saúde em Pescaria Brava

Com a licença de Zezinho, a vaga será ocupada inicialmente pelo suplente João Batista Mendes de Medeiros, o Batavo, 48 anos. Na última eleição, ele fez 269 votos e ficou como primeiro na relação de suplência do Progressistas.
Ex-secretário Matheus Vicente (E), prefeito Deyvisonn de Souza, secretário e vereador José Eraldo e vice-prefeito Lourival Izidoro.

A partir desta quarta-feira, 3, a Secretaria de Saúde de Pescaria Brava terá um novo comando. Matheus de Souza Vicente deixa a titularidade do cargo de gestor da pasta após dez meses e em seu lugar assume o vereador José Eraldo Francisco, o Zezinho, do Progressistas. A mudança já vinha sendo estudada há algum tempo e foi tomada na segunda-feira, 1º, em comum acordo com a direção do partido a qual os dois são filiados e com o prefeito Deyvisonn de Souza (MDB).

“Foi um grande prazer ocupar esta pasta. Não foram fáceis esses dez meses. Começamos uma nova gestão com um grande desafio. Este ano tivemos dois agravantes: a falta de recursos extraordinários (emendas) que caíram no fim do mês de setembro e o momento da pandemia; atravessamos o pior momento em março com pico de casos e mortes”, comenta o ex-secretário, que continuará atuando em outra função na mesma pasta. Matheus Vicente também destaca a formalização de convênios com a Apae de Laguna e a de Capivari de Baixo e a fila zerada de espera para exames como eletroencefalograma, cirurgia de catarata e endoscopia, por exemplo.

O novo secretário é vereador há dois mandatos e já presidiu a Câmara de Vereadores em Pescaria Brava. Em Tubarão, presidiu o diretório municipal do Partido Trabalhista do Brasil (PTdoB) e foi secretário de Serviços Públicos durante o governo de Genésio Goulart (MDB, 1997-2000) e diretor de Serviços Públicos na gestão de Carlos Stüpp (PSDB, 2001-2004).

Politicamente, foi candidato a vereador em 2000 (PTdoB) e 2004 (PFL) em Tubarão e em 2012, na primeira eleição de Pescaria Brava, ficou como suplente do PMDB. Ainda foi um dos fundadores da Escola de Samba da Toca e já integrou a diretoria do Hercílio Luz Futebol Clube, além de ter sido sócio e diretor do Clube Cruz e Souza. José Eraldo Francisco deve se pronunciar nos próximos dias sobre assumir a secretaria.

Rodízio na Câmara

Entre os motivos para a mudança na Saúde está o processo de rodízio entre os suplentes do PP na Câmara de Pescaria Brava. “O rodízio entre os vereadores eleitos e suplentes é uma política interna adotada pelo partido”, explica o presidente municipal Henrique Castro, ex-secretário de Saúde do município. “O sistema eleitoral estabelece a eleição dos mais votados, mas sabemos que a legenda é necessária e fundamental, construída pelo empenho e trabalho de todos os candidatos/as, como no último pleito eleitoral, e isso só é possível pelo compromisso solidário entre os eleitos e suplentes”.

Com a licença de Zezinho, a vaga será ocupada inicialmente pelo suplente João Batista Mendes de Medeiros, o Batavo, 48 anos. Na última eleição, ele fez 269 votos e ficou como primeiro na relação de suplência do Progressistas.

Notícias relacionadas