Udesc de Laguna debate sobre cidade submersa para construção de usina hidrelétrica

Debate virtual é voltado a professores e estudantes de Arquitetura, Biologia, Engenharia Ambiental e Geografia, dentre outros, o evento é gratuito e aberto ao público.
Divulgação
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 2,296 visualizações,  8 views today

Itá, no Oeste Catarinense, foi fundada no final da primeira década do século 20 e foi submersa na década de 1970 para a construção de uma usina hidrelétrica. Seus moradores foram realocados para um novo núcleo urbano, feito com planejamento moderno a alguns quilômetros do lago artificial criado que submergiu o velho município. Até hoje, a cidade é destino de turistas e arquitetos.

Por isso, o Centro de Educação Superior da Região Sul (Ceres), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) em Laguna, promove um evento online, nesta quinta-feira, 18, para debater o assunto. O encontro visa compreender experiências de três gerações sobre o caso de Itá, aproximando diferentes vivências e práticas.

Marcado para 19h, o debate virtual é voltado a professores e estudantes de Arquitetura, Biologia, Engenharia Ambiental e Geografia, dentre outros, o evento é gratuito e aberto ao público. O encontro poderá ser assistido aqui.

Os palestrantes são o arquiteto Nelson Saraiva, que participou ativamente na construção da nova cidade; a bióloga Neide Armiliato, que fez parte das operações de resgate da fauna e flora na inundação; e a arquiteta e urbanista Marina Hall, nascida na nova cidade de Itá, egressa da Udesc Laguna, cujo projeto final de graduação foi sobre a orla que margeia a cidade submersa.

O encontro virtual é organizado pelos professores Carolina Stolf, Katia Véras, Lucas Reitz e Luiza Ferraro, do curso de Arquitetura e Urbanismo da Udesc Laguna, e faz parte do ciclo de palestras iniciado em 2020.

Notícias relacionadas