Equipe de monitoramento do PMP em Laguna analisará carcaça de baleia encalhada

Equipe vai coletar o esqueleto e fazer o enterro da carcaça de acordo com o protocolo de emalhes e encalhes da APA da Baleia Franca.
Divulgação/PMP-BS/Udesc
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 1,872 visualizações,  16 views today

A equipe de monitoramento do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS) foi acionada, na manhã desta sexta-feira, 12, para registrar o encalhe de uma baleia de espécie ainda não identificada na praia da Ribanceira, em Imbituba.

A carcaça está em estado de decomposição avançado, mas há características anatômicas que indicam a possibilidade de ser uma baleias rorquais do gênero Balaenoptera. As baleias-minke e Bryde pertencem a esse grupo.

A equipe vai coletar o esqueleto e fazer o enterro da carcaça de acordo com o protocolo de emalhes e encalhes da APA da Baleia Franca.

Sobre o PMP-BS

O Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS) é uma atividade desenvolvida para o atendimento de condicionante do licenciamento ambiental federal das atividades da Petrobras de produção e escoamento de petróleo e gás natural no polo pré-sal da Bacia de Santos, conduzido pelo Ibama.

Esse projeto tem como objetivo avaliar os possíveis impactos das atividades de produção e escoamento de petróleo sobre as aves, tartarugas e mamíferos marinhos, através do monitoramento das praias e do atendimento veterinário aos animais vivos e necropsia dos animais encontrados mortos.

Caso encontre algum animal marinho vivo ou morto, entre em contato com o projeto pelo telefone 0800 642 3341.

Notícias relacionadas