Previous
Next

SC muda e RG e CPF passam a ser número único

Unificação começa a valer no próximo mês e em virtude disso, os atendimentos do Instituto Geral de Perícias de Santa Catarina (IGP) foram suspensos esta semana.
Foto: Luís Claudio Abreu/Agora Laguna

Quem emitir a primeira via da carteira de identidade em Santa Catarina em novembro não terá mais um código de Registro Geral (RG). O estado catarinense se tornou a primeira unidade federativa do país a unificar o RG com o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF).

No Brasil, o número de identidade não é nacional, ou seja, uma pessoa pode ter 27 números diferentes de RG – um em cada unidade federativa. A ideia de unificar o código de registro com o CPF visa ampliar a segurança e diminuir a ocorrência de fraudes, uma vez que a tecnologia une a biometria, que é única, com um número de identificação nacional, que no caso seria o CPF.

A unificação começa a valer no próximo mês e em virtude disso, os atendimentos do Instituto Geral de Perícias de Santa Catarina (IGP) foram suspensos esta semana.

Santa Catarina vai servir de exemplo para outros estados do país que caminham para fazer a mesma evolução. O trabalho de junção dos dados começou a ser estudada em 2019, quando um convênio permitiu acesso do IGP ao banco de dados da Receita Federal e vice-versa.

Notícias relacionadas