Reportagem gravada na UTI de Laguna vence prêmio universitário no RS

"Uma das justificativas pela escolha do Hospital de Caridade Senhor Bom Jesus dos Passos foi justamente porque no ano de 2020 abriu a ala de UTI para tratamento de Covid-19. E como o tema era a própria Covid, decidi retratar no olho do furacão", explica a estudante Milena Flor Tomé, sobre o processo de concepção da matéria.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 3,268 visualizações,  8 views today

Enfrentar e documentar a realidade vivida na linha de frente em um dos piores momentos da pandemia do novo coronavírus. Essa foi a premissa que norteou a reportagem Coronavírus: o front da batalha. O material jornalístico de pouco mais de 22 minutos foi divulgado no final do ano passado, quando as primeiras vacinas contra a Covid-19 começavam a ser aprovadas e usadas, e o Brasil enfrentava um curva crescente de casos. No início de 2021, o país viveu um dos piores cenários da pandemia. Assista acima a matéria.

A matéria foi assinada pela acadêmica de Jornalismo, Milena Flor Tomé, , da Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP), sob orientação do professor Júlio Wainer. O conteúdo foi premiado na 34ª edição do SET Universitário da Escola de Comunicação, Artes e Design da PUC-RS (Famecos), na categoria de Jornalismo em Vídeo.

Milena, que atualmente estagia na matriz da rádio CBN em São Paulo, usou como cenário o Hospital de Caridade Senhor Bom Jesus dos Passos. A centenária instituição de saúde de Laguna já enfrentou alguns surtos epidêmicos ao longo de sua história, como a gripe de 1918, e durante a pandemia do novo coronavírus viu sua realidade se transformar. Sobretudo pela abertura, em agosto de 2020, de dez leitos de terapia intensiva. Um desejo antigo da sociedade, ultimado devido às necessidades provocadas pela Covid-19.

“A realidade era aquela, e não por minha escolha. Creio que a melhor maneira de mostrá-la é encarar de frente. Foi uma escolha a partir do momento que eu sabia que poderia fazer algo diferente para conscientizar as pessoas sobre o contexto e fazer o registro real do momento pandêmico. Uma das justificativas pela escolha do Hospital de Caridade Senhor Bom Jesus dos Passos foi justamente porque no ano de 2020 abriu a ala de UTI para tratamento de Covid-19. E como o tema era a própria Covid, decidi retratar no olho do furacão”, explica a estudante sobre o processo de concepção da matéria.

A reportagem teve imagens de Elton Tomé. A dupla entrou na UTI de Laguna e produziu a reportagem com uso de roupas especiais e equipamentos individuais de proteção. Familiares, pacientes e médicos, como a presidente da instituição Tatiana Mansur Blosfeld, foram entrevistados.

Questionada se em algum momento teve medo de contrair a doença, a estudante garante que isso foi inevitável, mas que era preciso bater de frente com o sentimento para retratar o que via. Após a gravação, Milena e Elton fizeram isolamento social e testagem para garantir que não haviam sido infectados com o vírus – os exames deram negativo.

Premiação

A premiação recebida no SET da Famecos, um dos principais reconhecimentos do jornalismo universitário, se junta a outros prêmios ganhos desde que entrou para a vida acadêmica, ainda na Universidade do Sul de Santa Catarina (UniSul), em Tubarão. “É um importante reconhecimento do meu trabalho. Dá a certeza de que estou no caminho certo. E ainda mais importante porque foi um vídeo com impacto social. Esse é o melhor resultado, além de ser uma forma de agradecimento a todos que me apoiam e a PUC-SP”.

Em 2019, ela, junto com Bianca Selhorst e Vinícius Pacheco da Rosa, também foi agraciada com o Prêmio CBN. Um ano antes, um documentário sobre a documentação do loteamento Novo Horizonte (ocorrido em 2017), de Laguna, havia sido premiado em um concurso universitário promovido pela Fundação Universidade Regional de Blumenau (Furb).

Previous
Next