Operação flagra embarcação irregular no alto-mar de Laguna

Segundo a Polícia Militar Ambiental (PMA), de Laguna, que também atuou na ocorrência, 2,3 mil quilos de camarão-vermelho e camarão-ferrinho foram apreendidos. O pescado foi doado para entidades sociais de Laguna, Imbituba, Capivari e Tubarão. Não houve flagrante de crime, apenas as irregularidades administrativas.
Foto ilustrativa; Divulgação/PMA
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 2,604 visualizações,  4 views today

Uma embarcação de pesca, de Navegantes, foi retida pela Marinha na quinta-feira, 28, durante uma nova etapa da operação Ágata, coordenada pela organização militar a nível nacional. O barco estava em alto-mar na costa de Laguna.

Ao ver a aproximação dos agentes de segurança, a embarcação empreendeu fuga, mas foi alcançada pouco tempo depois. Ao subir no convés, as equipes constataram uma série de irregularidades, como ausência de autorização de pesca e documentação da tripulação.

Segundo a Polícia Militar Ambiental (PMA), de Laguna, que também atuou na ocorrência, 2,3 mil quilos de camarão-vermelho e camarão-ferrinho foram apreendidos. O pescado foi doado para entidades sociais de Laguna, Imbituba, Capivari e Tubarão. Não houve flagrante de crime, apenas as irregularidades administrativas.

Sanções serão adotadas, incluindo multa que varia de R$ 3 mil a R$ 10 mil, com acréscimo de R$ 20 por quilo de camarão recolhido. A embarcação segue retida no Porto de Laguna, já que não há tripulante apto a conduzi-la.