Única atleta de Laguna em ultramaratona regional fala de expectativas

A largada do evento esportivo começa nos molhes, em Laguna, e finaliza na praia do Centro, em Garopaba. A metade inicial da prova passa por várias praias, já a etapa complementar percorre trilhas e costões.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 4,060 visualizações,  4 views today

Cerca de 400 atletas vão participar, neste sábado, 25, do Desafio Rota da Baleia, ultramaratona de trail run, com percurso de 80 quilômetros, que passa pelas cidades de Laguna, Imbituba e Garopaba. O trio de municípios é conhecido por formarem a Rota da Baleia Franca, o que inspira o nome do evento. Segundo a organização, os participantes receberão pontos ITRA (International Trail Running Association).

Desse total, apenas uma lagunense disputará a competição. Carla Cristina de Moraes, que já participou de competições nacionais e internacionais, treinou durante nove meses para o circuito. É uma das primeiras provas que ela participa após a pandemia do novo coronavírus.

“Expectativa positiva de conseguir concluir a prova num bom tempo. Treinei muito. Foram 196 treinos em nove meses de preparação, 2.762 km. Fiz meu melhor e acredito que será uma linda prova”, comenta. Há mais de 40 catarinenses inscritos. “A competição tem horário limite de 12 horas para completar. Meu treinador acredita que farei em 10h e pouco. Mas claro que tudo dependerá das condições de tempo”.

A largada do evento esportivo começa nos molhes, em Laguna, às 6h, e finaliza na praia do Centro, em Garopaba. A metade inicial da prova passa por várias praias, já a etapa complementar percorre trilhas e costões. O percurso é dividido em 10 partes, sendo que possui 11 pontos de troca onde atletas das duplas e quintetos podem se revezar para descansar. O trail run contempla três modalidades: solo, dupla  e quinteto. A primeira edição da competição foi em 2019 e agregou mais de 200 participantes de toda a região Sul do país.

Notícias relacionadas