Previous
Next

Repercussão negativa de divulgação faz Sebrae emitir nota

Para a entidade, a divulgação antecipada foi uma ação usada por "pessoas inescrupulosas, ávidas por denegrir a imagem de quem quer seja". "Só traz prejuízos para toda uma comunidade".
Fonte da Carioca, no material sem revisão. Foto: Elvis Palma. Arte: Divulgação.

Um dia após a polêmica criada pela divulgação antecipada de um material publicitário sobre a quarta edição do Festival Gastronômico Sabores do Mar, a gerência regional do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) emitiu uma nota com posicionamento oficial sobre o caso.

O evento foi apresentado à imprensa na quinta-feira, 29, com temática voltada para o bicentenário de Anita e na tentativa de divulgar a cidade, em paralelo aos pratos inseridos no contexto do festival, o Sebrae preparou um guia com alguns pontos turísticos. Porém, o material repercutiu negativamente já que algumas fotos estavam trocadas.

A Fonte da Carioca, localizada no Centro Histórico, foi confundida com o chafariz da praça Vidal Ramos. E o Farol de Santa Marta, que tem 29 metros de altura, teve a imagem associada ao farolete instalado no final dos molhes. O guia teria sido produzido por uma agência de comunicação de São Paulo.

O Sebrae alega na nota que o material divulgado estava “em fase inicial de formatação” e que tinha sido “enviado somente aos empresários para aprovação do layout“. O órgão também afirma que a prefeitura de Laguna não teve culpa no erro. “O material citado somente seria divulgado ao público em geral, após as correções finais exigidas”, escreveu Murilo Gelosa, gerente regional Sul do Sebrae.

Para a entidade, a divulgação antecipada foi uma ação usada por “pessoas inescrupulosas, ávidas por denegrir a imagem de quem quer seja”. “Só traz prejuízos para toda uma comunidade”.

Cópias do material circularam em vários grupos de aplicativos de mensagem e redes sociais, fazendo os erros se tornarem motivo de chacota. Algumas pessoas chegaram a publicar imagens de outros locais, como o Grand Canyon (nos Estados Unidos) e dizer que seria a pedreira localizada na região conhecida como Lagoa Preta. Em outra brincadeira, a Avenida Atlântica, de Balneário Camboriú, foi “divulgada” como sendo o Mar Grosso.

Leia a nota na íntegra

COMUNICADO

Em face da repercussão negativa acerca de um material o qual foi indevidamente divulgado sobre o 4º Festival Gastronômico Sabores do Mar, temos a dizer:

O material em sua fase inicial de formatação foi enviado somente aos empresários participantes do Festival para aprovação de seu LAYOUT, sem a permissão que isso fosse divulgado, devido a não ter sido realizado a revisão final deste;

Nós do SEBRAE, parceiros no projeto Turismo Rota Baleia Franca, ISENTAMOS totalmente a Prefeitura Municipal por tal fato ocorrido, pois o material citado somente seria divulgado ao público em geral, após as correções finais exigidas.

O fato deste, que não era o material oficial, ter sido vazado sem permissão, e por termos nos dias de hoje, as redes sociais, as quais munem pessoas inescrupulosas, avidas por denegrir a imagem de quem quer que seja, só traz prejuízos a toda uma comunidade.

Em detrimento disso, nós do SEBRAE, solicitamos que a população de Laguna se una a proposta de divulgarmos esse belíssimo município.

O Material oficial para divulgação é de excelente qualidade, e estará a disposição de todos, mostrando toda a pujança do Município de Laguna, suas belezas naturais, pontos turísticos e os Restaurantes com seus menus exclusivos preparados especialmente para nos brindar com as delicias de sua culinária.

Laguna não pode ser prejudicada por pessoas de má fé, as quais vendo o sucesso de outrem, as invejam por não poderem estar à altura de suas conquistas.

Sendo assim, temos a certeza do sucesso que será o Evento 4º Festival Gastronômico SABORES DO MAR, e possamos mostrar a todo o Estado, ao Brasil e países estrangeiros, o quão belo é o nosso Município de Laguna.

Sucesso a todos.

Atenciosamente,
Murilo Gelosa.

Notícias relacionadas

Previous
Next