Morte de baleia pode ter sido causada por interação com redes de pesca, diz laudo

De acordo com o órgão, foram feitas coletas de amostras para análise, que apontou a causa do óbito como indeterminado. "Existe um forte indício de interação com pesca, mas a causa da morte é indeterminada em função do estado de decomposição do animal. Tudo indica que as redes poderiam ter sido a causa da morte, mas não podemos afirmar por essa única evidência", informa a nota.
Foto: Beatriz Caldeira/PMP-BS/Divulgação
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 1,564 visualizações,  4 views today

O Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS), coordenado pela Udesc em Laguna, informou ter concluído a necropsia do filhote de baleia-jubarte (Megapter novaengliae), encontrada sem vida, encalhada, na manhã da última terça-feira, 30.

De acordo com o órgão, foram feitas coletas de amostras para análise, que apontou a causa do óbito como indeterminado. “Existe um forte indício de interação com pesca, mas a causa da morte é indeterminada em função do estado de decomposição do animal. Tudo indica que as redes poderiam ter sido a causa da morte, mas não podemos afirmar por essa única evidência”, informa a nota.

Os ossos do animal foram encaminhados para maceração na Unidade de Estabilização de Fauna Marinha da Udesc e o restante da carcaça foi enterrado, como indica o protocolo de encalhes e emalhes da APA da Baleia-Franca, e sob a autorização da Fundação Lagunense do Meio Ambiente).