Morre Manoel Mendes, um dos fundadores do PT em Pescaria Brava

Manoel participou da criação do PT em 2011, quando a cidade começava a se organizar para a primeira eleição após a emancipação. Ele deixa esposa, dois filhos e netos. 
Manoel Mendes (E) e o filho Marcelo (D), na campanha de 2012. Arquivo pessoal
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 3,128 visualizações,  8 views today

Um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores (PT) de Pescaria Brava morreu neste domingo, 26. Manoel Mendes tinha 59 anos e morava em Santiago. Ele deixa esposa, dois filhos e netos.

Manoel participou da criação do PT em 2011, quando a cidade começava a se organizar para a primeira eleição após a emancipação. No pleito de 2012, o partido integrou a coligação de Deyvisonn de Souza (MDB) e lançou o professor Marcelo Mendes, filho de Manoel, como candidato a vice na chapa. Depois, com a eleição de Souza, o educador foi secretário de Educação e Esportes da nova cidade nos primeiros anos da gestão.

O diretório do partido foi desativado pouco tempo depois e os filiados migraram, em sua maioria, para o MDB, mas Manoel seguia com a inscrição ativa na legenda trabalhista. “Domingo triste… Obrigado por tudo Manoel, companheiro de lutas”, escreveu o prefeito, em uma rede social. “Neste momento de tristeza, queremos pedir a Deus que conforte toda família enlutada. Recebam os pêsames de todos filiados do PT de Laguna”, lamentou o diretório do PT de Laguna.

O velório ocorre a partir das 20h, na sede do Botafogo de Santiago, e o sepultamento será às 9h, de segunda-feira, 27, no cemitério do bairro. A causa da morte não foi informada.