Intervalo entre vacinas da gripe e da Covid será eliminado

Programa Nacional de Imunização (PNI) recomenda que o intervalo entre a vacinação contra coronavírus e o do imunizante contra a gripe deve ser de no mínimo 14 dias. O intervalo também vale para as outras vacinas do Calendário Nacional de Vacinação.
Divulgação
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 1,856 visualizações,  4 views today

O intervalo entre as aplicações das vacinas contra gripe e coronavírus será eliminado, segundo anunciou o ministro da Saúde, em uma rede social, nesta quarta-feira, 29. A data em que a recomendação ministerial começará a valer não foi informada. A decisão veio após reunião da Câmara Técnica de Assessoramento em Imunização (CTAI).

“Proteção em dose dupla: a nova recomendação do Ministério da Saúde retira o intervalo entre as vacinas da influenza e da Covid19. A vacina da gripe pode ser aplicada a partir dos 6 meses de vida. Toda população pode ir a um posto de saúde e garantir sua imunização contra a gripe!, disse Queiroga, no Twitter.

O Programa Nacional de Imunização (PNI) recomenda que o intervalo entre a vacinação contra coronavírus e o do imunizante contra a gripe deve ser de no mínimo 14 dias. O intervalo também vale para as outras vacinas do Calendário Nacional de Vacinação.