Enem: isentos ausentes da prova de 2020 podem se inscrever neste ano

Para esse público, as provas vão ser aplicadas em 9 e 16 de janeiro de 2022, junto com a realização do Enem para as pessoas privadas de liberdade e jovens sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade (Enem PPL). Segundo edital, os isentos ausentes no Enem 2020 também poderão solicitar, até 27 de setembro, atendimento especializado e tratamento pelo nome social.
Divulgação
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 1,980 visualizações,  4 views today

Os inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 que foram isentos da taxas de inscrição e não comparecem às provas têm uma nova oportunidade de participar da edição 2021, igualmente sem pagar o valor. O prazo de inscrição vai até o dia 26 de setembro, às 23h59.

Para esse público, as provas vão ser aplicadas em 9 e 16 de janeiro de 2022, junto com a realização do Enem para as pessoas privadas de liberdade e jovens sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade (Enem PPL). Segundo edital, os isentos ausentes no Enem 2020 também poderão solicitar, até 27 de setembro, atendimento especializado e tratamento pelo nome social.

Já para os demais inscritos, a aplicação das provas nos dias 21 e 28 de novembro de 2021 está mantida. Em nota, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou que o cronograma de aplicação do Enem 2021 para os ausentes de 2020 foi planejado de forma a garantir o direito dos participantes de utilizarem o resultado do exame para acesso à educação superior por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Programa Universidade para Todos (ProUni) e do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), programas do Ministério da Educação (MEC).

Em 2021, 3.109.762 pessoas já tiveram as inscrições confirmadas para o Enem. O número corresponde ao total de participantes das duas versões do exame (impressa e digital).

Notícias relacionadas