Decreto determinará prioridade para veículos da saúde em postos de combustíveis, anuncia governo

Desde as primeiras horas da manhã, postos de combustíveis de Laguna e Pescaria Brava têm filas para abastecimento. Em alguns estabelecimentos, há falta de gasolina e diminuição do estoque de diesel.
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 2,080 visualizações,  4 views today

Santa Catarina terá um decreto para que os veículos da saúde tenham prioridade no acesso a combustíveis e insumos necessários ao funcionamento das atividades, em especial para o enfrentamento à pandemia e a continuidade da campanha de imunização. A informação foi divulgada na manhã desta quinta-feira, 9, pelo governo do Estado, em nota oficial.

O documento será assinado ainda hoje pelo governador Carlos Moisés (sem partido). Ontem, o governo montou um Centro de Controle e Operação (CCO) para acompanhar e definir estratégias para a situação provocada pelos bloqueios em rodovias do estado, feitos por caminhoneiros.

Na nota, o Estado diz que o CCO “atuará em diversas frentes para minimizar os impactos à população, inclusive na fiscalização de preços, para evitar majoração indevida, sobretudo nos supermercados e postos de combustíveis” e que respeita o direito à livre manifestação, porém ressalva: “[Sobre os] riscos e prejuízos a toda a população quando exercido por meio de ações extremas e às custas de outros direitos fundamentais dos cidadãos, como a saúde, a segurança e a livre locomoção de pessoas e bens”.

Desde as primeiras horas da manhã, postos de combustíveis de Laguna e Pescaria Brava têm filas para abastecimento. Em alguns estabelecimentos, há falta de gasolina e diminuição do estoque de diesel. A concessionária de transporte coletivo, Lagunatur, suspendeu os horários intermediários e dará, até sexta-feira, 10, prioridade para comércio e saúde.

Notícias relacionadas

Previous
Next