Investigados por homicídio de homem em Laguna são condenados pela Justiça

Ademir Bento de Matos, 54, desapareceu na virada de ano. A partir do sumiço, a família fez um boletim de ocorrência em Imbituba e as investigações apontaram que o homem teria vindo para Laguna, sendo visto pela última vez na Praia do Gi. Os cinco envolvidos foram presos em janeiro, cerca de três semanas após o desaparecimento. Ele foi enforcado e atirado em um pequeno valo com água, em uma área de mata na estrada geral da praia.
Foto: Elvis Palma/Agora Laguna
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 10,664 visualizações,  4 views today

Os cinco investigados e presos pelo homicídio de Ademir Bento de Matos, 54 anos, ocorrido no dia 1º de janeiro deste ano, foram condenados pela Justiça. Somadas as penas ultrapassam 105 anos de reclusão.

Matos desapareceu na virada de ano. A partir do sumiço, a família fez um boletim de ocorrência em Imbituba e as investigações apontaram que o homem teria vindo para Laguna, sendo visto pela última vez na Praia do Gi. Os cinco envolvidos foram presos em janeiro, cerca de três semanas após o desaparecimento. Ele foi enforcado e atirado em um pequeno valo com água, em uma área de mata na estrada geral da praia.

Conforme informações divulgadas pela Divisão de Investigação Criminal (DIC), de Laguna, dois dos autores foram condenados a penas de 27 anos, dois meses e 20 dias de reclusão, em regime inicialmente fechado, por latrocínio e mais um ano e dois meses de reclusão, por crime de ocultação de cadáver.

Os outros foram condenados a 23 vinte e três anos e quatro meses de prisão, em regime inicialmente fechado, por latrocínio, e mais um ano de reclusão, em regime inicialmente fechado, por ocultação de cadáver. A decisão é da Justiça de Laguna.

Notícias relacionadas

Previous
Next