Previous
Next

Grupo organiza carreata em apoio a Bolsonaro em Laguna

Em nota divulgada à imprensa, a comissão organizadora afirma que o protesto "não tem fim político-partidário" e se trata de uma ação de "pessoas do bem, que querem o bem do Brasil", assegura ainda que "não vai ser palanque para nenhum político".
Foto: Alan Santos/PR/Divulgação
Previous
Next

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciaram uma carreata para o dia 7 de setembro em Laguna. O ato acontece em conjunto com ações nacionais convocados para a mesma data para demonstrar suporte às ações do político e para externar indignação com o Supremo Tribunal Federal (STF), que, segundo seus organizadores, tem agido contra a Constituição.

A carreata de Laguna está prevista para começar às 8h, no bairro Mato Alto, com concentração no Posto do Binha. Segue para os bairros Cabeçuda, Portinho, Progresso, Centro, Magalhães e Mar Grosso. Após este percurso, os apoiadores do presidente irão até Tubarão, cidade escolhida para ser polo das manifestações na região da Amurel.

Em nota divulgada à imprensa, a comissão organizadora afirma que o protesto “não tem fim político-partidário” e se trata de uma ação de “pessoas do bem, que querem o bem do Brasil”, assegura ainda que “não vai ser palanque para nenhum político”. Uma das orientações feitas é que não ocorra “buzinaço” em frente ao hospital, delegacia ou quarteis de segurança. São esperados cerca de cem veículos na carreata.

Prós e contras

Essa não será a primeira vez que apoiadores do presidente se reúnem em Laguna para endossar protestos em outras cidades. Anteriormente, alguns grupos saíram do município para protestar em seu apoio nas cidades de Tubarão e Criciúma. No início do ano, houve uma pequena manifestação no Centro Histórico lagunense em defesa das ideias de Bolsonaro. Há poucas semanas, um grupo de motociclistas da cidade também participou da “motociata” em Florianópolis.

Laguna também já registrou três protestos contra os atos do presidente, convocados por grupos e movimentos sociais de oposição ao governo.

Previous
Next

Notícias relacionadas

Previous
Next