Édi Goulart se licencia da Câmara e suplente deve assumir na próxima sessão

Se confirmada na vaga, Karmensita Cardoso fará parte de um cenário raro, mas importante para a representatividade feminina na política: pela primeira vez, desde a década de 50, Laguna terá três mulheres ocupando vaga no Legislativo municipal. 
Édi Goulart Nunes e Karmensita Cardoso, em montagem de fotos. Créditos: Divulgação/Elvis Palma/Editoria de Arte/Agora Laguna

Único vereador do Partido Social Democrático (PSD) em Laguna, Édi Goulart Nunes pediu licença, nesta sexta-feira, 13, por 30 dias por motivos médicos. O prazo começará a contar a partir de segunda-feira, 16, quando será convocado seu substituto para ocupar a cadeira na Câmara durante sua ausência. A tendência é que a professora e ex-gerente regional de Educação, Karmensita Cardoso assuma.

Ela é a terceira suplente do partido e deve ocupar o posto já que o primeiro e segundo suplentes indicaram que declinarão do convite. Também professor, Ronaldo Bonifácio, o Boca, disse ao Portal que não poderá assumir por estar nomeado em função comissionada na prefeitura, onde é assessor especial para assuntos esportivos. Já o sargento Sandro José da Silva relatou que não irá acatar a convocação para se dedicar a questões particulares.

“[Se os suplentes] assinarem [recusa] na segunda, quando ainda serão convocados para oficializar a palavra, devo tomar posse e participar já na sessão de terça”, comentou Karmensita. Por três vezes a educadora disputou eleições para a vaga de vereadora, ficando na suplência. Se confirmada no posto, será a primeira vez que assume na Câmara de Vereadores.

A assunção também causará um cenário raro, mas importante para a representatividade feminina na política: pela primeira vez, desde a década de 50, Laguna terá três mulheres ocupando vaga no Legislativo municipal.

Notícias relacionadas