Cão é atropelado e voluntárias pedem ajuda para cirurgia

Todos os custos para o tratamento, como consulta de emergência, raio-X, cirurgia, alimentação e vários dias de internação, já somam R$2.330.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 1,839 visualizações,  4 views today

Mais um caso de atropelamento de cão foi registrado em Laguna e sem que o condutor do veículo parasse para prestar socorro. O fato mais recente teria ocorrido por volta das 21h, desta terça-feira, 24, na avenida Senador Gallotti, Mar Grosso.

Segundo denúncia encaminhada ao Portal Agora Laguna, por uma pessoa que teria presenciado o fato, “o motorista viu o que fez, todos pediram para ele parar para ajudar e ele não quis prestar ajuda”, afirma.

A Polícia Militar (PM) teria sido acionada e localizou o condutor. Ainda de acordo com os relatos, o animal teria quebrado a pata dianteira e precisaria passar por procedimento cirúrgico. Populares levaram o cão até uma clínica especializada.

Para custear com os gastos na clínica, voluntárias pedem a colaboração de quem puder ajudar. “O doguinho quebrou a pata e terá que fazer uma cirurgia. Os custos já estão altos, enquanto o culpado sai pleno sem gastar um real”, finaliza.

O cão está no Hospital Veterinário Vital no Mar Grosso e os interessados em ajudar podem fazer contato pelo telefone (48) 3647-1024 ou 99666-3838.

Outro caso

No último sábado, 21, por volta das 16h30, outro atropelamento foi registrado na Colombo Machado Salles, próximo à avenida João Marronzinho. O animal também não recebeu os primeiros socorros do condutor do veículo.

Algumas pessoas que estavam por perto acompanharam toda a cena e fizeram o resgate logo em seguida. “Infelizmente, ele teve uma fratura grave na pata esquerda e precisará passar por uma cirurgia nesta sexta-feira, dia 27”, relata uma voluntária.

Todos os custos para o tratamento, como consulta de emergência, raio-X, cirurgia, alimentação e vários dias de internação, já somam R$2.330. Por tratar-se de um animal de rua, ele não possui um tutor responsável para arcar com os custos dessa despesas.

“Nós que presenciamos o atropelamento, fizemos o resgate para não deixar ele em sofrimento, sozinho, no meio da rua. Pedimos a todos que puderem ajudar, que contribua com qualquer quantia para pagar o tratamento na clínica veterinária e devolver esse olhar sereno e uma vida sem dor pra esse animal”, pede Gabriela Souza.

As doações de qualquer quantia podem ser feitas através do Pix (48) 99639-6186.

Ajuda para ‘Pompom’

Outro pedido de ajuda que continua em Laguna começou em junho. cachorrinha, chamada de Pompom, foi atropelada em 30 de junho e também é tratada em hospital veterinário. A pelve do animal foi fraturada e ela foi submetida a um procedimento cirúrgico caro e delicado. Para custear a operação, uma rifa foi iniciada na cidade com prêmios que variam de uma casinha de gato e churrasqueira elétrica a cremes para cabelo e almoço em restaurante, todas as premiações são frutos de doações. Cada número custa R$ 2,50 e o sorteio será no dia 11 de dezembro, às 19h, pela internet. Para adquirir, basta entrar em contato com (48) 9 9651-0311.

Notícias relacionadas

Previous
Next