SC começa terceira etapa de vacinação contra gripe

A vacina cria proteção para três subtipos da influenza: H1N1, H3N2 e influenza B. Sua missão é reduzir os sintomas da doença, evitando assim a evolução para casos graves e possíveis óbitos.
Foto: Rovena Rosa/ABr
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 1,984 visualizações,  16 views today

Santa Catarina deu início à última etapa de vacinação contra gripe no estado. A intenção é ampliar a cobertura vacinal no estado, já que apenas 33,7% do público-alvo procurou alguma unidade básica de saúde para receber a dose do imunizante.

Nessa nova fase, podem ser imunizadas as pessoas que possuem doenças crônicas, pessoas com deficiência permanente, profissionais das forças de segurança e salvamento e forças armadas, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade.

Já os demais grupos – crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), as gestantes, as puérperas, os povos indígenas, os trabalhadores da saúde, os idosos com 60 anos e mais e os professores das escolas públicas e privadas – que ainda não tomaram a dose da vacina podem procurar seu posto de saúde para a aplicação.

A vacina cria proteção para três subtipos da influenza: H1N1, H3N2 e influenza B. Sua missão é reduzir os sintomas da doença, evitando assim a evolução para casos graves e possíveis óbitos. Por conta da pandemia do coronavírus, a vacinação assumiu papel importante para evitar ainda mais hospitalizações.

Como as campanhas de imunização contra a Covid-19 e a gripe ocorrem simultaneamente, é necessário respeitar um intervalo mínimo de 14 dias para tomar a dose de cada uma destas vacinas.