Rosa de Anita será plantada no jardim de palácio histórico do PR

Além do plantio, vão ocorrer atos de lançamento dos livros Anita: guerreira das repúblicas e da liberdade e Dois mundos e uma rosa para Anita.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 1,056 visualizações,  4 views today

Símbolo das comemorações internacionais do bicentenário da lagunense Anita Garibaldi, o híbrido floral que leva seu nome será plantado em Curitiba (PR) na próxima quinta-feira, 1º. A Rosa de Anita foi criada na Itália e vem sendo plantada desde 2019 em cidades que participam do projeto que celebra a memória e a trajetória da heroína dos dois mundos.

A programação é organizada pela Associação Giuseppe Garibaldi, que celebra seu aniversário no mesmo dia, em conjunto com o Instituto Cultural Anita Garibaldi (CulturAnita), de Laguna. Os eventos foram organizados conforme as normativas sanitárias de prevenção ao novo coronavírus, vigentes no Paraná. A participação é mediante convite, enviado previamente pela organização garibaldina.

A rosa será plantada no jardim do Palácio Garibaldi, uma edificação cuja construção iniciou em 1887 e só foi ser concluída no início do século 20. O local sedia a associação curitibana e é um espaço muito utilizado socialmente. Além do plantio, vão ocorrer atos de lançamento dos livros Anita: guerreira das repúblicas e da liberdade Dois mundos e uma rosa para Anita. O primeiro é uma biografia da heroína e o segundo, uma compilação de artigos que destacam a figura heroica da catarinense, nascida em 1821, na localidade de Morrinhos.

“Ficamos muito contentes com o interesse de Curitiba em participar do projeto do bicentenário. Nossa guerreira lutou pela unificação italiana e hoje, seus feitos unem cidades, povos, em volta de sua figura, que muito nos inspira”, frisa o diretor do CulturAnita, Adílcio Cadorin. “A nossa missão é manter vivo o legado construído pelos imigrantes italianos aqui no Paraná. A associação, que nasceu com os ideais garibaldinos de liberdade e justiça, completa 138 anos de história fazendo cada vez mais parte da cena cultural curitibana e paranaense”, destaca a presidente da associação, Maria Aparecida Borghetti.

 

Previous
Next