Reparos paliativos em rodovia no Distrito de Ribeirão iniciam; previsão é liberar trânsito hoje

As tratativas para essas intervenções de emergência foram definidas em reunião na segunda-feira, 14, entre a comunidade e a prefeitura. O município deve concluir nos próximos dias o relatório de danos provocados pelo evento climático e fará o envio para a Defesa Civil, com objetivo de receber repasses financeiros para a reparação efetiva do trecho. 
Divulgação/Sec de Obras

Danificada pela força da chuva do último dia 9 de junho, a rodovia municipal João Batista Wendhausen Moraes, único acesso às oito comunidades que formam o Distrito de Ribeirão Pequeno, começou a receber reparos paliativos na expectativa de permitir, ainda nesta terça-feira, 15, o retorno do tráfego à via. Desde quinta-feira, 10, apenas veículos leves estão com autorização para utilizarem a pista. O transporte coletivo e a coleta de lixo estão operando com adaptações.

As tratativas para essas intervenções de emergência foram definidas em reunião na segunda-feira, 14, entre a comunidade e a prefeitura. O município deve concluir nos próximos dias o relatório de danos provocados pelo evento climático e fará o envio para a Defesa Civil, com objetivo de receber repasses financeiros para a reparação efetiva do trecho.

Em alguns pontos, houve rompimento do asfalto e a água começou a verter das rachaduras. “Até terça-feira, final da tarde, nos garantiram que a estrada estará liberada para o transporte pesado, principalmente caminhões”, informa o professor Laércio Vitorino, morador da localidade e liderança local. Como reflexo do bloqueio de tráfego, alguns mercados comunitários registram falta de produtos.

O paliativo da prefeitura consiste em limpeza para aplicação de pedras, para drenar a água da chuva que ainda passa sobre o asfalto, e também areão. A obra é custeada com recursos e materiais do próprio município.

Divulgação/Sec de Obras