Monitoramento registra primeiras baleias-franca da temporada em Laguna

No ano de 2020, a maior concentração das gigantes foi registrada no Farol de Santa Marta.
Foto de arquivo
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 1,464 visualizações,  4 views today

Elas apareceram mais cedo nesta temporada. As baleias-franca austrais começaram a ser vistas na costa lagunense. Na segunda-feira, 14, observadores do Laboratório de Zoologia (LabZoo) da Udesc, confirmaram o avistamento de cetáceos na região entre o Gi e o Mar Grosso. Oficialmente, o período em que as gigantes se aproximam do litoral é em julho.

Dois dias antes, no sábado, 12, foram avistados alguns mamíferos da espécie na praia da Gamboa, em Garopaba. Conforme dados do Projeto ProFranca, mantido pelo Instituto Australis (IA), os grupos iniciais que chegam à costa vêm para acasalar. A tendência é que nas próximas semanas apareçam as baleias que vão parir seus filhotes e passar alguns meses os amamentando, até partirem de volta às suas áreas de alimentação, na região antártica. A observação atinge seu auge em setembro.

A região entre Garopaba e Laguna é reconhecida como a de maior incidência em Santa Catarina. Juntas, as três cidades foram o que se chama de Rota da Baleia Franca (RBF), uma iniciativa criada para desenvolver a economia local, ao passo do incentivo à preservação ambiental e fomento do turismo. No ano de 2020, a maior concentração das gigantes foi registrada no Farol de Santa Marta.