Governo mantém operação de apoio aos municípios atingidos pelas chuvas

Em Laguna, a Secretaria de Assistência Social e Habitação iniciou uma uma campanha de ajuda às pessoas atingidas pelos temporais na cidade. Um Centro de Acolhimento para os desabrigados, foi montado no ginásio da Udesc, funcionando 24 horas por dia.
Foto: Luís Claudio Abreu/Agora Laguna
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 1,348 visualizações,  8 views today

O atendimento nas áreas atingidas pelas tempestades nesta semana segue acelerado pelas equipes do Governo do Estado. Até o momento 23 municípios relataram ocorrências em função das fortes chuvas. São eles: Balneário Gaivota, Brusque, Camboriú, Canelinha, Criciúma, Cocal do Sul, Guaraciaba, Gravatal, Içara, Imbituba, Imaruí, Itajaí, Jaguaruna, Laguna, Luiz Alves, Morro da Fumaça, Nova Veneza, Penha, Santa Rosa Do Sul, Tubarão, Timbó e Timbé do Sul.

Os trabalhos estão sendo acompanhados de perto pelo governador Carlos Moisés e pelo chefe da Defesa Civil de Santa Catarina (DCSC), David Busarello. Já foram liberados pela Defesa Civil de Santa Catarina 285 cestas básicas, 363 colchões, 303 kits de acomodação, 316 kits de higiene, 257 kits de limpeza e cinco rolos de lona.

Os itens de assistência humanitária foram entregues nesta quinta-feira, 10, para as famílias atingidas no município do Sul do Estado. A entrega continua nesta sexta-feira, 11, com uma grande operação de logística que conta com o apoio do Ministério Público de Santa Catarina.

Para apoiar os municípios, sete coordenadorias regionais da DCSC estão mobilizadas. “Estamos dando todo o suporte e apoio aos municípios e temos a orientação do governador Carlos Moisés de não medir esforços para proporcionar uma resposta rápida às famílias atingidas”, comentou Busarello. O chefe da Defesa Civil destaca que devido aos altos acumulados registrados nos últimos dias um aviso foi emitido sobre o risco de deslizamentos para 28 cidades catarinenses, sendo Canelinha com alerta máximo, Tubarão e Camboriú em alerta.

Em Laguna

A Secretaria de Assistência Social e Habitação iniciou uma uma campanha de ajuda às pessoas atingidas pelos temporais na cidade. Um Centro de Acolhimento para os desabrigados, foi montado no ginásio da Udesc, funcionando 24 horas por dia.

De acordo com a prefeitura, o local está equipado com colchões, cobertores, kits de higiene pessoal, álcool em gel, máscaras e cozinha comunitária para uso coletivo. Além disso, equipes estão recolhendo doações de cobertores, agasalhos, alimentos e materiais de higiene. Pessoas interessadas em colaborar, podem procurar a sede do Executivo, no Centro Administrativo Tordesilhas.

Foto: PML/Divulgação

Mais informações pelos telefones:
Assistência Social: (48) 3644-4947 ou 99660-3145
CRAS I (Magalhães): (48) 3646-2501
CRAS II- : (48) 3644-2642
CREAS: (48) 3644-2049
Fundação Irmã Vera: (48) 3644 – 5485 ou 99650 – 1314
Danos em embarcações, sarilhos ou produções agrícolas: Sepagri (48) 36440013.

Em Pescaria Brava

A prefeitura também disponibilizou, em parceria com a administração do CTG Tio Preto, um espaço em Taquaraçú para as pessoas que necessitarem de abrigo em virtude dos alagamentos registrados na cidade.

“Estamos disponibilizando mantimentos e estadia. É um local adequado com colchões, fogão, comida, e toda estrutura para receber pessoas desabrigadas em função desse momento crítico que estamos passando em nosso município”, detalha o prefeito.

Quem precisar fazer uso do espaço, deve entrar em contato com a secretária de Assistência Social, Raquel Cardoso, pelo telefone (48) 9 8806-8215. A prefeitura de Pescaria Brava também disponibilizou o telefone (48) 9 8827-1541 para assuntos relacionados à Defesa Civil e Souza ainda deixou seu contato pessoal à disposição da população: (48) 9 9965-7160.